Trabalho remoto vai virar o padrão! Confira as vantagens para sua empresa

Tempo de leitura: 8 minutos

Estamos no meio de uma revolução que flexibiliza o local de trabalho. Graças à Internet, cada vez mais pessoas estão aderindo ao trabalho remoto e empresas começaram a flexibilizar as suas jornadas.

Hoje em dia podemos trabalhar praticamente de qualquer lugar!

Em um mundo cada vez mais corrido, onde cada minuto conta, o não estar preso à um ambiente físico não é mais opcional e as vantagens para quem exerce as atividades são inúmeras, como evitar o deslocamento diário, trabalhar dentro de um cronograma mais adequado, poder morar em locais mais tranquilos ou mais baratos e passar mais tempo com a família.

Agora, para os empregadores, os ganhos podem não ser tão óbvios. Como as empresas podem se beneficiar de uma abordagem mais flexível que dê aos seus funcionários a liberdade de trabalhar de casa ou de qualquer lugar?


Separamos algumas das razões mais convincentes, que podem impulsionar as empresas a adotar práticas de trabalho flexíveis. Confira:

Maior índice de retenção de funcionários

Uma das maiores dores de cabeça para as empresas é perder os funcionários que já foram treinados e sabem como executar determinada tarefa. Especialmente para as pequenas empresas e startups, é difícil competir com organizações maiores quando se trata de salário e benefícios, por isso é importante aproveitar ao máximo algumas vantagens.

Embora reuniões intermináveis e práticas antigas no local de trabalho, mantenham os colaboradores mais tempo fisicamente no trabalho, a agilidade e o espírito empreendedor que estão vivos em muitas pequenas empresas podem dar aos funcionários a liberdade que desejam.

O trabalho remoto pode dar aos pais um pouco mais de tempo para cuidar dos filhos, com a flexibilidade de que precisam, sem ter que perder tempo no deslocamento todos os dias, ou tornar possível uma mudança, seja para um local mais tranquilo e com um custo de vida mais acessível ou simplesmente para passar um tempo em outro país, estudando e aprendendo uma nova cultura.

A flexibilidade permite que trabalhadores se beneficiem de um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

Acesso a uma ampla gama de profissionais

Um dos principais fatores por trás do aumento do trabalho remoto é o acesso a uma vasta gama de profissionais, que podem estar em qualquer parte do mundo. As gerações mais jovens cresceram capazes de se comunicar de maneira bem barata e eficaz em qualquer lugar do mundo, de modo que esperam o mesmo em um ambiente de trabalho.

Para os funcionários mais jovens, a flexibilidade no local de trabalho é um dos muitos fatores que eles consideram ao procurar uma nova função. Inúmeras pesquisas indicaram que isso é algo que eles querem e esperam. A oferta desse tipo de benefício pode ajudar os empregadores a atrair funcionários jovens e altamente qualificados que, de outra forma, não teriam interesse em trabalhar para a empresa.

Oferecer aos funcionários a possibilidade de trabalhar remotamente também permite que você contrate pessoas que não estejam tão próximas a empresa. Isso pode ser particularmente benéfico em locais ou profissões com escassez de habilidades, pois as empresas podem ampliar sua rede e trabalhar com as pessoas mais talentosas, independente de onde estejam.

E isso hoje já é uma realidade. Sites de freelancers como o www.fiverr.com contam com milhares de colaboradores prontos para atender demandas do mundo inteiro, desde fazer uma simples instalação de um website (nosso blog mesmo foi instalado e é mantido pelo Mezanul, que mora na Índia) , até gerenciar operações e projetos complexos, com times espalhados pelo mundo.

Redução de custos fixos

Manter um espaço de escritório montado e que abrigue todos os seus funcionários, seguramente tem um custo altíssimo. Em algumas empresas, a flexibilidade do trabalho remoto possibilitou que o espaço total do escritório fosse reduzido e com isso os custos fixos também foram reduzidos. Uma economia mensal com aluguel, conta de luz, água e até o cafezinho podem fazer a diferença para empresas menores.

Ao mesmo tempo, para grandes corporações, ter parte dos trabalhadores com maior mobilidade trás mais agilidade ao mesmo tempo que enxuga as operações. A IBM é famosa por ter trabalho remoto há décadas e os escritórios são, há um bom tempo, grandes coworkings onde qualquer funcionário pode simplesmente chegar e trabalhar quando precisa de mais estrutura ou realizar reuniões presenciais. Nesse ano passado a Petrobras anunciou a desativação de inúmeros imóveis premium, o mais icônico sendo o prédio na Av. Paulista, o EDISP, e iniciou os testes com trabalho remoto em sua força de trabalho.

As empresas começaram a entender que com a entrada do digital, nossos valores estão mudando, e que estruturas grandes e caras hoje não passam mais a mesma ideia de solidez. Fica fácil perceber isso quando contabilizamos o sucesso das novas fintechs e bancos digitais, como o nuBank, cujos clientes se orgulham de não ter agências e ter menos taxas.

Hoje economizamos no físico e vendemos isso como inovação, o que não deixa de ser verdade. Melhoramos serviços e ficamos mais competitivos. É melhor pra todo mundo!

Melhor utilização da Tecnologia

Trabalhar em casa seria impossível sem toda a tecnologia de hoje. A tecnologia é o principal facilitador da mobilidade, com conexões Wi-Fi rápidas, smartphones, nuvens, mensagens instantâneas, software de gerenciamento de projetos e VoIP, permitindo que colegas, clientes e fornecedores se comuniquem e colaborem instantaneamente de onde estiverem.

Em um primeiro momento, pode parecer que uma força de trabalho remota é uma força de trabalho díspar, mas, dadas essas ferramentas existentes, hoje em dia, esse simplesmente não é o caso. Ferramentas como o basecamp, trello e o slack atingiram a maturidade e são utilizadas tanto por equipes locais como remotas igualmente.

Com a dependência da tecnologia, o trabalhador remoto precisa se reinventar e atualizar e isso gera uma força de trabalho mais conectada e digitalizada, modernizando a cultura organizacional e adequando o olhar da sua empresa para o futuro.

Aumento da Produtividade dos Funcionários

Convenhamos. Mesmo com todas essas evidências ainda assim é necessário ter coragem, como empresário, pra girar essa chave, ter confiança em seus funcionários e deixá-los trabalhar remotamente.

Como os fundadores do basecamp evidenciam no livro Remote: Office not required, com a utilização das ferramentas corretas, o trabalho remoto não somente é possível, mas também mais produtivo, mensurável e meritocrático. Somente cumprir horário e ter um sorriso no rosto não vai ser mais suficiente para ser pago no final do mês. Estamos na época do big data e analytics e nosso próprio trabalho não tem porque escapar dessa revolução.

O trabalho remoto não somente é possível, mas também mais produtivo, mensurável e meritocrático.

De acordo com uma pesquisa da Canada Life, os trabalhadores remotos classificam sua produtividade como 7,7 / 10, em comparação com 6,5 / 10 para trabalhadores de escritório. Isso porque eles alegam que não estão em um ambiente barulhento ou com muitas distrações.

Uma pesquisa da Stanford também constatou que os funcionários que trabalham em casa são 13% mais produtivos do que seus colegas que optaram por continuar indo ao escritório.

As empresas que embarcam no trabalho remoto tem um claro aumento de produtividade real e percebida.

Como fazer?

Notem que adotar práticas de trabalho geograficamente flexíveis não significa fechar o escritório para que a equipe possa trabalhar remotamente cinco dias por semana. Esta não é uma proposição oito ou oitenta. Na grande maioria dos casos, a solução mais produtiva para empresários e funcionários é dividir o tempo entre a casa e o local de trabalho.

Nem todos os funcionários estão prontos para se adaptar a um novo ritmo também. Dessa forma um modelo híbrido pode funcionar melhor e abrandar os impactos nesse momento de transição. Além disso é necessário um programa de conscientização e uma boa comunicação com toda a força de trabalho.

Alterar nossos processos nunca é fácil e a mudança pro remoto vai trazer muitos benefícios se bem implementada. O melhor é ter seu RH inteirado sobre o assunto e contar com ajuda de especialistas para suavizar a mudança.

O mais importante é começar a atuar nesse sentido, porque o trabalho remoto não é uma moda; é uma mudança cultural que já começou e quem ficar de fora agora vai sentir as consequências no futuro.

Comece uma conversa no forum.manausdigital.com.br