Tendências tecnológicas para pequenas e médias empresas

Tempo de leitura: 6 minutos

Ano novo e a tecnologia não pára! Todos os anos uma enxurrada de tecnologias emergentes aparecem, brigando pela nossa atenção junto com outras dos anos passados, que não perderam gás e se mostraram realmente importantes. Por exemplo, a inteligência artificial (IA) tem sido uma tendência presente na lista dos últimos anos e finalmente está decolando!

Painel de controle futurista

Às vezes uma tecnologia precisa de um tempo para ser entendida e aplicada, mas nem sempre é assim. Por isso é bom nos mantermos atualizados com as maiores tendências do momento. Vamos falar um pouco sobre isso!


Automação de Processos (RPA)

Como sabemos, a Inteligência Artificial  e o Machine Learning tiveram forte impacto e promoveram mudanças na maioria dos processos de trabalho para a automação, mas há outra tecnologia chamada hiper-automação ou RPA que está levando a automação dos processos ainda mais longe.

O RPA, sigla para Robotic process automation, inclui tecnologias contemporâneas, como processamento de linguagem natural, automação de processos robóticos e automação de processos cognitivos para refinar a tecnologia existente. No entanto, fica muito mais fácil oferecer à sua força de trabalho um melhor envolvimento com as tarefas a serem executadas e possibilita um melhor gerenciamento do trabalho com a ajuda de diferentes ferramentas, além de oferecer suporte a práticas de trabalho sem conflito entre as áreas envolvidas.

Apesar da nomenclatura, a ideia aqui consiste nas soluções de automação com o uso de softwares (robôs) que navegam na camada de visualização dos sistemas e realizam o passo-a-passo dos fluxos de negócios nos sistemas. Com o RPA ganhamos a automatização das atividades humanas rotineiras, como cadastro, consultas, validações e exportações, dando maior velocidade nesses processos, aumentando a produtividade e reduzindo os erros.

O RPA garante eficiência, a qualidade e a produtividade geral com muito mais segurança. Portanto, uma tecnologia que possa interpretar dados, tomar decisões e também fazer previsões será uma tecnologia muito procurada este ano. Em Manaus mesmo temos uma startup especialista nisso!

A Backlog possui um produto que mistura previsão de demanda e precificação com redes neurais e automação dos processos de compras e distribuição gerando, em uma tacada, uma super otimização nos processos centrais de muitas empresas por aí. Quem não ia querer saber quanto vai vender amanhã e ainda automatizar todos os pedidos de compra pro estoque não sobrar nem faltar?

Alguns benefícos que podem ser usufruídos também por empresas menores são:

  • Redução dos custos com treinamento de processos
  • Execução confiável e consistente das tarefas através de controles automáticos que emitem alertas online
  • Aumento da agilidade, e adoção mais rápida nas mudanças
  • Liberação dos empregados para pensarem mais em como melhorar o negócio

Inteligência Artificial

A IA continua entre as tendências tecnológicas. Nesses últimos tempos a novidade foi o uso crescente na área de segurança, com rastreamento e a análise dos dados em tempo real, o que torna os sistemas mais robustos e capazes de  superar as ameaças que não param de crescer.

Os negócios globais aumentam exponencialmente o risco de ataques cibernéticos. Uma boa parte das empresas já está pagando um preço muito alto pelas violações da segurança cibernética devido ao acesso não autorizado.

Como as empresas globais estão enfrentando vários problemas relacionados à segurança, tornou-se um desafio para todos fazer com que a AI, de algum modo, pudesse lidar com essas instâncias de segurança que ultrapassam a inteligência humana. O maior benefício da IA é o rastreamento rápido de qualquer ameaça existente e a visibilidade dos pontos infectados quase imediatamente.

Mas inteligência artificial não pára por ai. Existem muitos recursos disponíveis que podem ser aplicados também em empresas de pequeno e médio porte.

Ano passado sofremos a maior proliferação de chatbots da Internet, que são aqueles robozinhos que auxiliam no atendimento ao cliente. Grande parte deles roda com algum algoritmo de AI por trás.

A análise de dados também faz parte do grupo de habilidades da IA e vem cada vez mais se tornando fundamental. Ela pode ser feita através da utilização de plataformas já disponíveis no mercado e que possuem um valor bem menor do que um sistema todo customizado.

Realidade aumentada

A realidade aumentada é uma tecnologia muito promissora para 2020 e está reduzindo muitos obstáculos na área de design e ultrapassando os limites da imaginação humana. A realidade aumentada está fornece algumas soluções exclusivas para os problemas existentes e ajuda a liberar a criatividade dos profissionais desse setor já que reduz a linha entre o possível e o impossível na hora de montar um projeto.

O ano 2020 virá com muitas opções para que soluções concretas de problemas reais sejam alcançadas mais facilmete, já que a realidade aumentada permite o desenho de um escopo melhor para os projetos antes de colocá-los em prática. A realidade aumentada permite que empresas ofereçam aos clientes um outro nível de experiência virtual, guiando seus clientes no momento de decisão final de compra.

Existem disponíveis no mercado soluções mais econômicas que podem ser acessadas do celular e a Apple vem há alguns anos apostando nisso, se vangloriando como a empresa com o maior número de dispositivos de realidade aumentada do mundo e com muitos esforços no sentido de popularizar a tecnologia.

Internet das Coisas (IoT)

A Internet das coisas (IoT) também não é estreante nessa lista de tendências, e vem virando realidade a cada dia que passa. Nos últimos cinco anos, vimos o mercado atingir a sua maturidade e hoje já podemos dizer que temos uma Internet das Coisas de fato. Essa nova leva de equipamentos conectados em conjunto com tecnologias de processamento de dados e IA, possibilitam a criação de soluções escaláveis, sustentáveis e dinâmicas.

Muito diferente do que vemos na TV, a IoT não está presente apenas em eletrodomésticos e eletrônicos, e no último ano, a adoção da IoT pela Indústria cresceu muito com o IIoT (Industrial Internet of Things). Um setor de peso, acostumado com tecnologia e investimentos altos está causando uma reviravolta nas soluções IoT existentes.

Hora do jabá agora! A iotech Automação construiu, em conjunto com a infoStore uma plataforma chamada Asset nos últimos 2 anos. A Asset é uma plataforma para identificar, monitorar e gerir qualquer tipo de ativo (pessoas, produtos, bens e insumos). O sistema já está em operação, permitindo a interconexão de diversos tipos de sensores (inclusive com RFID, e BLE e visão computacional) e atuadores distribuídos, gerando muita informação, permitindo insights com cruzamento de dados que antes eram impossíveis e correções no processo em tempo real.

Dificil de entender? Entre em contato e vamos bater um papo!

Pode parecer que investir em IoT demanda um absurdo de dinheiro e que para pequenas empresas isso seria inviável. Mas olhando de perto, câmeras conectadas a Internet que podem ser acessadas pelo celular, fechaduras inteligentes e até mesmo rastreadores de envio de mercadoria estão dentro da lista de coisas conectadas que já utilizamos diariamente.